VACINAÇÃO: Falta de insumos dificulta continuidade da imunização contra Covid-19 – cachoeirinhaNEWS.net

cachoeirinhaNEWS.net

News

 Breaking News

VACINAÇÃO: Falta de insumos dificulta continuidade da imunização contra Covid-19

Fonte: PMC

VACINAÇÃO: Falta de insumos dificulta continuidade da imunização contra Covid-19
abril 26
22:53 2021

Aplicação da segunda dose, que é feita com a vacina Coronavac, está prejudicada em todo o país. Conforme as doses chegam, já são imediatamente disponibilizadas, porém são em quantidade insuficiente

O secretário municipal da Saúde Juliano Paz esclareceu a população em live no Facebook sobre a falta da vacina Coronavac nos postos de saúde, que prejudica a aplicação da segunda dose em quem já está com o período de 28 dias completados. O município têm recebido poucas doses deste fabricante, sendo insuficiente para dar conta da segunda aplicação. “É de conhecimento de todos, através da mídia nacional, que houve um atraso na entrega das vacinas pelo Instituto Butantan em decorrência da falta de insumos para a produção da vacina. Isto afetada diretamente as remessas que cada estado recebe e, consequentemente, os municípios.

Mas queremos deixar claro que o atraso na aplicação da segunda dose não ocasiona uma perda da eficácia da vacina. Importante é fazer a segunda dose, que garante o máximo de imunização que a vacina é capaz de produzir”, explicou ele.

Juliano também destacou o trabalho que é realizado pelas equipes de Saúde de Cachoeirinha: “Nossa equipe faz o seu trabalho com o máximo de qualidade e dedicação. A falta de doses no país atrapalha o nosso esquema de vacinação, mas logo que as doses chegam já são disponibilizadas. Da nossa parte, todo o esforço que pode ser feito está sendo feito”.

Outro problema apontado pelo secretário é que os frascos recebidos têm vindo com uma menor quantidade. “Já notificamos a Anvisa sobre esta perda de quantidade que estamos tendo. Hoje tínhamos cerca de mil pessoas para vacinar e tínhamos apenas 500 doses para atender a comunidade. 

Primeira dose
As pessoas que estão recebendo a vacina pela primeira vez, estão sendo imunizadas com as do laboratório Astrazeneca/Oxford, que precisa de um intervalo de 3 meses até a segunda dose. Quem tomou a vacina Coronavac, deve tomar a segunda dose do mesmo laboratório, da mesma forma com a Astrazeneca.

Estoque para a segunda dose
O secretário também esclareceu que, por solicitação do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual da Saúde, todas as doses recebidas foram disponibilizadas para a primeira aplicação para que um maior contingente da população pudesse ser imunizado, mesmo que parcialmente. “Nós concordamos com este posicionamento, porque mesmo com uma dose a pessoa já tem um nível bom de imunidade contra o vírus”, disse.

A live completa pode ser assistida aqui: https://www.facebook.com/prefeituradecachoeirinha/videos/483855929528197

RECEBA NOTÍCIAS POR E-MAIL

Facebook – CachoeirinhaNEWS

Calendar

maio 2021
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31